Contribuir para uma alimentação verdadeira, produzindo um yogurte
que tem compromisso com a origem, nutrição e sabor.
Yorgus 100% yogurte

Para produzir o verdadeiro yogurte grego, combinamos um blend único
de fermentos lácteos com o leite fresquinho das nosssas vacas alimentadas
a pasto. Cada Yorgus contém mais de um bilhão de bácterias vivas e ativas.
Mas calma, são "bactérias do bem", que trabalham à beça para renovar e 
equilibrar nossa flora intestinal.

O conceito é simples.

Seguimos à risca o processo tradicional grego.

O restante é composto

de um extrato seco,

riquíssimo em

minerais, vitaminas,

proteína e gordura.

1 litro de

leite contém

87 % de água

ou soro.

Dessoramos 4 litros de leite

Para produzir

1 Kg de Yogurte

Assim, garantimos um Yorgus

com consistência, cremosidade

e 3 vezes mais proteína do que

um iogurte comum.

Todas as nossas vacas
passam muito bem, obrigado.

São todas criadas e alimentadas soltas, a pasto. Não podia ser diferente, né? Porque vacas bem cuidadas produzem um leite de muita qualidade! Sabemos o nome de todas, então nosso agradecimento especial para algumas delas: Riqueza, Maestra, Fortuna e Xuxa.

Nosso leite é fresco.

Nossa receita grega vem de longe, já nosso leite vem de perto. Nossa fábrica fica em Valença, interior do Rio de Janeiro, considerada a melhor bacia leiteira do estado. Além disso, valorizamos os produtores locais. Todo leite utilizado na produção de Yorgus vem de 300 pequenas fazendas familiares, que ficam a um raio máximo de 100 km da nossa fábrica. Nossa equipe acompanha de perto a qualidade da produção nessa fazendas para garantir a saúde das vacas e pureza do leite.

Nosso processo é consciente.

Nossas embalagens possuem o selo “Eu Reciclo”, garantindo que 100% do nosso material será reciclado em um sistema de compensação.
O soro produzido no processo de dessoragem do Yorgus é totalmente reaproveitado na alimentação animal.

Como as fazendas produtoras de leite ficam pertinho da nossa fábrica, também reduzimos o impacto no meio ambiente gerando menos gás carbônico com o transporte.